Rua Madre de Deus

A Rua Madre de Deus foi uma das diversas ruas abertas pela Companhia Chácara da Mooca, empresa essa que loteou e abriu diversas ruas e avenidas no bairro, possibilitando com isso a vinda de famílias abastadas que começaram a construir grandes casarões nas proximidades da Avenida Paes de Barros e, após alguns anos, acabou dando uma nova identidade ao Bairro, deixando este de ser um bairro tipicamente industrial para um bairro de classe média alta.

Madre-de-Deus-foto-(1)A princípio, a Rua Madre de Deus recebeu o nome de “Rua A”. Foi entregue ao trânsito público no dia 21 de setembro de 1921. O nome Madre de Deus foi dado em homenagem ao Frei Gaspar da Madre de Deus (Gaspar Teixeira de Azevedo), que pertencia a uma das mais antigas famílias de povoadores vicentinos

Frei Gaspar, historiador brasileiro nascido em Santos no dia 09/02/1715. Entrou para a ordem de São Bento onde passou a ser chamado de Gaspar da Madre de Deus. Estudou na Bahia e graduou-se em 1740. Noviço na Bahia estudou filosofia, história e ciências eclesiásticas. Ao ser ordenado já era considerado uma das figuras de destaque da Ordem.

1751, Frei Gaspar recebe a notícia de que o capítulo geral da sua Ordem o elegera abade de São Paulo. Recusou a dignidade, pois não desejava sair do Rio de Janeiro.

Em 1759, na Bahia, Frei Gaspar foi escolhido para a Academia. Em 1762, foi abade do Rio de Janeiro. Em 2 de outobro de 1763, o monge vicentino assume o governo da grande abadia fluminense. A 9 de fevereiro de 1766, toma posse do cargo de abade provincial da Ordem do Brasil. Em 1769, recusou várias honrarias, recolhendo-se ao Mosteiro de Santos. Assumiu como Comissário Geral Visitador dos Mosteiros da Capitania.

Em 1780, voltou ao Rio de Janeiro como mestre de noviços. Depois de algum tempo volta a Santos. Em 28 de janeiro de 1800, em Santos, morre Frei Gaspar, com 85 anos, deixando inúmeras obras.

Curiosamente, o mesmo Frei Gaspar foi homenageado também com a adoção de seu nome em uma outra rua na Mooca, a Rua Frei Gaspar (próximo a estação de Metrô Bresser)

Madre-de-Deus-2

Fontes: http://www.ihgs.com.br/cadeiras/patronos/freigaspar.html

https://www.usjt.br/biblioteca/mono_disser/mono_diss/2015/310.pdf